Home » Notícias » Novembro Azul: atenção aos exames e cuidados com a saúde masculina

Novembro Azul: atenção aos exames e cuidados com a saúde masculina

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em pesquisa realizada em 2017, 51% dos homens nunca consultaram um ­urologista. Você é um deles?

Depois do Outubro Rosa é chegada a campanha Novembro Azul para alertar os homens para a importância da prevenção do câncer de próstata, que é a terceira principal causa de morte por câncer em homens, seguido apenas pelo câncer de pulmão e o câncer colorretal. Por isso, e por estarmos no mês de novembro, o Movimento pela Moradia traz o assunto e sua importância à tona.

Você sabe quem e quando se deve fazer os exames de sangue e de toque?

Homens a partir dos 50 anos são mais propensos ao câncer de próstata. Por isso é recomendado realizar o exame periódico (anual). Os mais jovens, com histórico da doença na família, devem passar pelo procedimento clínico antes dessa faixa etária – em geral, a partir dos 45 anos.

Em homens acima de 50 anos, pode-se realizar o exame de toque retal e dosagem de uma proteína do sangue (PSA), por meio de exame de sangue, para saber se existe um câncer de próstata sem sintomas. O toque retal e a dosagem de PSA não dizem se o indivíduo tem câncer, mas sugerem a necessidade ou não de realizar outros exames.

O toque retal identifica outros problemas além do câncer de próstata e é mais sensível em homens com algum tipo de sintoma. O PSA tende a aumentar de acordo com o avanço da idade. Cerca de 75-80% dos homens com aumento de PSA não têm câncer de próstata.

Você conhece os sintomas do câncer de próstata?

Embora a doença seja silenciosa, e por isso a necessidade do exame anual para a faixa etária mencionada, quando em estágio avançado, os sintomas são: urgência e dificuldade para urinar, maior frequência urinária, redução ou retenção no jato de urina, insuficiência e problemas nos rins, dores agudas nos ossos e no corpo.

Então, como se prevenir?

Além dos exames de sangue e de toque, os homens devem se prevenir de outras maneiras, como: não fumar, reduzir a ingestão de álcool, manter o peso corpóreo ideal, praticar atividades físicas regularmente, evitar e/ou controlar a ingestão de gordura de origem animal. Manter uma alimentação saudável, ser fisicamente ativo e visitar regularmente o médico contribuem para a melhoria da saúde em geral e podem ajudar na prevenção deste câncer.

E quais são os tratar e curar o câncer de próstata?

O tratamento padrão para o câncer de próstata é a prostatectomia radical, retirada da próstata, das vesículas seminais e linfadenectomia ilíaco-obturadora bilateral.

Se identificou com algum sintoma e/ou conhece alguém que possa estar nesse grupo de risco? Informe e dissemine a importância da realização de exames, e mudanças de hábitos para ajudar a prevenir. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem estes fatores devem procurar o urologista anualmente.

Afinal, segundo as estatísticas, um em cada seis homens é acometido pelo câncer de próstata, sendo este o sexto tipo de câncer mais comum no mundo. A cada 40 minutos, morre um homem devido à doença, sendo este o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens. Então, procure seu médico ou uma unidade de saúde mais próxima.

Acesse o site do Governo de São Paulo http://www.saopaulo.sp.gov.br/campanhas/saude-perto-de-voce/ ou procure as entidades da zona leste de São Paulo e agende seu exame preventivo hoje mesmo! Entre em contato também com o Hospital da Saúde do Homem, núcleo, especializado e informe-se: (11) 3170-6100, na Av. Brigadeiro Luís Antônio, 2651, em São Paulo.

Durante o mês, alguns lugares oferecem ainda mutirões de palestras, oficinas e exames gratuitos. Fique de olho! Quanto antes o diagnóstico, mais rápido acontece o tratamento e a cura.

Cuide de você, homem, e dos homens que você conhece a ama. O Movimento pela Moradia apoia esta causa!

Deixe uma resposta

Rolar para o topo