Home » Notícias » Prevenir e falar de suicídio é valorizar a vida

Prevenir e falar de suicídio é valorizar a vida

Setembro é marcado pela primavera (22/09) e também pela campanha “Setembro Amarelo”, de prevenção ao suicídio. A mobilização do tema se faz necessária, principalmente, por conta do aumento desses casos no Brasil e no mundo e o Movimento pela Moradia se preocupa e se mobiliza pela causa.

Essa campanha, do Centro de Valorização da Vida (CVV), Conselho Federal de Medicina (CFM) e Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), busca trazer o diálogo sobre o suicídio para a sociedade e desde 2015, o mês busca a conscientização e a prevenção do suicídio. No mundo todo, aproximadamente uma pessoa se mata a cada 40 segundos. Só no Brasil, o suicídio é a quarta causa mais comum de morte de jovens.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos de suicídio poderiam ser evitados com auxílio profissional. Mas, o assunto ainda é um tabu. Não se fala abertamente e seriamente sobre ele.

Infelizmente para muitos, o suicídio ainda não é visto como um problema de saúde pública, mas sim uma espécie de fraqueza de conduta ou personalidade – o que não é verdade e dificulta no auxílio e condução do tema. Todos esses números poderiam ser evitados ou reduzidos quase que por inteiro se existissem políticas eficazes de prevenção do suicídio.

Mas, o que é possível fazer para ajudar na prática? Pode parecer simples e até óbvio, mas OUVINDO e CONVERSANDO. As palavras como alternativa ao ato são a melhor forma de ajudar uma pessoa que pode estar passando por isso.

E como saber? Não julgando, escutando, conversando, fazendo companhia, conscientizando ou informando o número específico para ajuda. Pequenos gestos podem salvar vidas: espalhe empatia e amor ao próximo. Valorize a vida!

Não é drama, não é para chamar atenção, não é falta de religião, de amigos, de amor, e muito menos falta de frescura. De julgamento, dor e sofrimento o mundo já está cheio. Espalhe amor e contribua com o Setembro Amarelo.

Não tenha medo de pedir ajuda durante uma crise. Disque 141 ou 188.

Cuide-se e cuide de quem você ama!

Deixe uma resposta

Rolar para o topo