Home » Notícias » Saiba como administrar seus gastos para seu orçamento em 2017 ser positivo

Saiba como administrar seus gastos para seu orçamento em 2017 ser positivo

Além da chegada do final de um ano, e início de um próximo, os brasileiros contaram – e ainda estão vivenciando – com um período de crise que está prejudicando muitos planos e famílias.

Pensando nisso, o Movimento pela Moradia elenca dicas muito necessárias e importantes para ajudar na administração dos seus gastos para seu orçamento em 2017 ser positivo e do início ao fim. Mantendo sua vida econômica em dia, você se afasta do endividamento, de surpresas, e pode ter conquistas mais que merecidas.

Acompanhe:

1. Tente não gastar mais do que você ganha. Dica básica e iniciante, mas muita gente esquece;

2. Faça um levantamento de todos os seus ganhos e todos os seus gastos mensais. Assim você consegue identificar os seus gastos e saber se foram necessários ou não. Desta forma, fica mais fácil reduzir ou cortar gastos desnecessários e o dinheiro começa a sobrar;

3. Pense antes de comprar! É importante pensar se o produto é necessário, se o preço é bom, se cabe dentro do orçamento e se aquele dinheiro não vai fazer falta para comprar algo mais importante;

4. Compre à vista sempre que possível e tente descontos e promoções;

5. Procure nunca usar crédito ou pedir dinheiro emprestado. No Brasil, com as maiores taxas de juros reais do mundo, para quem não tem muito controle sobre seu orçamento;

6. Economize – Faça uso racional de tudo, desde energia elétrica até a alimentação. O excesso de consumo reflete nos gastos finais;

7. Poupe e tenha reservas – sempre é bom ter uma poupança. Lembre-se também de que doenças, demissões e apertos financeiros são imprevistos que, infelizmente, fogem do controle;

8. Pesquise mais por preços. Algumas horas de pesquisa podem significar a economia de muitos dias de trabalho;

9. Cuidado com a conta de telefone, fixo e de celular. Evite exageros!

10. Troque dívidas mais caras por dívidas mais baratas. Não pague uma conta de loja, por exemplo, que tem juros de 2% ao mês com o cartão de crédito que tem juros de 12% ao mês, somente se você tiver o dinheiro para pagar o total da fatura no final do mês. Assim, mais vale ficar com a dívida da loja em aberto e quitar o cartão, do que usar o cartão e criar uma bola de neve de dívidas, não é mesmo?

11. Tenha apenas uma conta bancária e não aceite todos os produtos e serviços o que o banco lhe oferecer. Aceitar cheque especial, cartões de crédito, financiamentos, planos de previdência, seguros, títulos de capitalização e outros, somente se você tiver plena certeza que serão úteis, que terá condições de administra-los e que terá condições de pagá-los;

12. Ao pensar em comprar um carro, lembre-se também dos gastos! Em média, os custos com combustível, estacionamento, seguro, impostos e manutenção equivalem ao preço de um carro a cada três anos. Portanto, se você vai comprar um carro de R$ 20.000,00, vai gastar cerca de R$ 7.000,00 para mantê-lo. Não se esqueça do financiamento;

13. Tenha disciplina e respeite o seu orçamento. Ao conseguir equilibrar as contas, é muito importante manter o equilíbrio conquistado com esforço e foco;

14. Por fim, sempre que tiver dúvidas e antes de fazer qualquer negócio, procure orientação! Procure as associações de defesa do consumidor, os Procon’s, a Defensoria Pública, o Ministério Público ou um advogado de sua confiança. Isto pode fazer toda a diferença entre você entrar em numa fria ou não e, não custa orientar-se e valerá muito a pena.

Dicas anotadas? Compartilhe com a família, faça as contas, e administre melhor suas finanças.

Deixe uma resposta

Rolar para o topo