Home » Notícias » ENEM 2017: mudanças e dicas para se preparar melhor até novembro

ENEM 2017: mudanças e dicas para se preparar melhor até novembro

O Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM passou por algumas mudanças para edição deste ano de 2017. Você sabe quais são e como se preparar, desde já, para não deixar os estudos – de vocês ou de filhos e familiares – para a última hora? O Movimento pela Moradia traz informações importantes sobre o tema.

O ENEM acontece em novembro, e a principal mudança para 2017 foi a alteração dos dias de aplicação das provas que será em dois domingos seguidos (05 e 12 de novembro). As ordens das provas também foram alteradas, no primeiro dia serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, com 5h30 de duração; no segundo domingo, dia 12, serão implantadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração.

Outra mudança é que o exame não servirá mais como certificado de conclusão para o Ensino Médio como nos anos anteriores. Desta vez, o governo voltou com o projeto de Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que será aplicada com objetivo específico desta função.

Então, atenção e muita preparação:

– Faça um plano de estudos semanal, listando tudo o que você vai estudar a cada dia. Essa lista deve contemplar todos os assuntos e habilidades exigidas nas provas;

– Utilize um material didático preparatório ou mesmo o cronograma de aulas indicado por professores, cursinho, amigos e/ou pessoas que já realizaram o ENEM nos anos anteriores;

– Divida bem os horários de estudo com os compromissos pessoais e por matérias. Ou seja, em vez de passar uma tarde de seis horas estudando uma matéria, é preferível estudar o mesmo assunto em três dias diferentes, em um período de duas horas a cada dia para que o tema fique mais leve e melhor compreendido. Por isso, segundo especialistas em Educação, é fundamental intercalar o estudo de diferentes matérias e assuntos, de preferência com pequenos intervalos de 15 minutos a cada duas horas para movimentar o corpo e aliviar a mente;

– Faça revisões periódicas e elimine todas as dúvidas com antecedência. Utilize os amigos, professores e faça exercícios para fixar tudo;

– Faça um apanhado em forma de retrospectiva sobre conhecimentos gerais, sobretudo com acontecimentos dos últimos dois anos, pois há grandes chances de temas recentes e debatidos pela imprensa serem repercutidos e contextualizados com questões das provas;

– Treine redações: o ideal é fazer uma por semana e ter alguém para avaliar, de preferência um professor;

– Leia, leia, leia bastante: além de conhecimento, você adquiri mais vocabulário.

Gostou das dicas? Compartilhe com quem sabe que fará o exame.

Boa sorte e incentive! A educação é a maior riqueza de um ser humano, e ninguém pode roubar o seu conhecimento.

Deixe uma resposta

Rolar para o topo